sábado, 4 de abril de 2009

AINDA CORPO... E BESTEIRAS

Como quero escrever, mas esvaziar todo o pensamento que sobrou da minha mente. Pensar pra quê, né, gente? Ainda vale se extasiar de beleza com a dança. Segue-se à elétrica coerografia do espetáculo "O corpo", cujo fragmento encontra-se na postagem anterior, a brejeirice de "Nazareth" (eu tocava feliz "Brejeiro" de Ernesto Nazareth, o compositor que inspira esta coreografia), só para lembrarmos que, para além da dor, há muito , muito mais que o Cabo do Bojador. Há corpos lúdicos a nos mostrar eros em plenitude de potência! êêêêêiiiaaaaaa - e viva o non-sense das palavras, que também serve pra muita coisa! EXU fecha, mas também abre caminhos!!!!! Vou parar por aqui, porque vocês, cara(o)s leitora(e)s, não merecem me escutar mais não!!!!!!



video

Um comentário:

Lina Lucia disse...

Fabiana
Merecemos escutar mais sim porque a sua luta é de todas as Iansãs, todas as Iabás. Sua luta é também nossa. Epa hei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!