segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Flores... uma infinidade de flores


Ando piegas... cada vez mais! E ultimamente dei pra usar flores no cabelo, como se quisesse mesmo dizer que por sob a força dos meus fios crespos há muita doçura, muita...

A minha caixa de madeira cuja tampa possui, em osso, um mapa da África nem fecha mais de tantas flores que há lá. Tem verdes, brancas (muitas), amarronadas, uma só vermelha e muitas, muitas coloridas, com tons de dourado, com diversas texturas, de tecido liso, de tecido estampado, de sisal, de palhinha delicada e até de plástico, uma mais linda que a outra. E tenho já em mente as que chegarão, quantas cores e formatos de flores poderei usar pra me enfeitar, fantaseando-me de mulher açucarada a passear por aí...

Nao é que hoje, diante de tão intensos e contraditórios sentimentos me deu vontade de distribuir flores a amig@s especiais que, por diferentes motivos, têm participado da minha vida recente direta ou indiretamente. Todos esses, sendo familiares ou não, inspiram-me diariamente para trilhar caminhos cada vez mais de acordo com o que acredito e quero pra minha vida e pro mundo.

Eita! Acho que acordei vendo flores em tod@s que têm me rodeado, porque recebi a terna visita de uma amiga de infância. Gente! Há coisa mais confortável do que ter um amiga de infância? Minha nossa, é muita vida junta pra atar e desatar nós... Duas meninas se conhecem aos 11 anos numa fila de escola, uma experiência nova pras duas. A maior, com cara emburrada porque não queria de jeito nenhum sair da escola antiga, com medo também. A menorzinha toda animadinha e solta... Aqui é a fila da 1503? É sim, responde a maior, sem querer prolongar o papo. Apesar de a menor ter achado a maior metidinha, a identificação foi mútua e quase instantânea. O tempo tem passado, nossas vidas têm tomado caminhos tão distintos, mas a admiração mútua continua. Sinto muitos fios atando-nos uma a outra, apesar da distância física já há alguns anos, apesar de sermos mesmo bastante diferentes uma da outra. Mas isso não importa, porque o que importa nas longas amizades é saber que a pessoa está lá, em algum lugar do mundo, vivendo a própria vida, mas que ao primeiro alô ou abraço a intimidade de sempre é instantaneamente retomada, tanto tanto que até zoação é a mesma de sempre. Através de amig@s de muito tempo nos reconhecemos novamente pelo olhar antigo-novo lançado sobre nós. Às vezes, achamos que mudamos muito, mas vem a amiga e mostra o quanto algum
as ações, discursos ou maneira de ser são os mesmos de anos atrás. Os conselhos continuam sinceros, desinteressados de tudo que seja interesse prático, material. E as fofocas, nossa, as fofocas são sempre renovadas... Muito bom!

A presença de Thati aqui em casa deu leveza a um momento triste pela perda da minha querida Tia Áurea, Bubu para os de casa (Quem quiser conhecer um pouco dessa mulher especialíssima, leia neste mesmo blog o texto MINHAS DUAS ANCESTRAIS VIVAS (declaração de amor). Apesar da tristeza da ausência, a tranqüilidade de saber que uma mulher tão boa, espirituosa e engraçada como Tia Bubu sofreu pouco no seu fim. Sinceramente, o Deus que ela tanto acreditava não podia deixá-la sentir muita dor, se angustiar mais do que a própria angústia de se saber próxima do fim indefinido... que nos espera sempre. Agora, sentada ao lado de Lelinho, seu irmão, e de todos os outros que já estavam ansiosos para rever sua alta gargalhada, tenho certeza de que Tia Bubu está em paz! Como despedida, ela, envolta em lindas margaridas brancas e amarelas, ao lado dos que a amavam assistimos a uma linda missa cantada. Por um instante, pude escutar sua voz cantando alto e suas palmas exultantes! Ali então senti que ela foi embora feliz. Acho mesmo que ela desencantou daqui, para encantar outros mundos, outras gentes...

Voltar pra casa do funeral e rir com Thati foi um bálsamo de doce aroma regando as infinitas flores do meu próprio jardim... Por tudo isso, a vontade de distribuir ramos de flores aos amigos mais queridos veio dos últimos quatro dias intensos em alegria, tristeza, saudade e amor.

Presenteio então com flores desde Kibe (Márcio Macedo), meu inteligentíssimo amigo à distância que muito me faz rir e tem o poder de colocar o meu lento cérebro para funcionar, a Naná, cuja proximidade faz com que viajemos na maionese quase diariamente, mulheres da lua que somos, passando por Thatiana, é claro, Miranda, Claudia Fabiana, Angélica, Dani, Su, Déa, Kátia, Adjoa, Jason, Renato, Adriana, Felipe, Lina, Walfredo, Tias Zelina e Bubu, Lua, Joana, Wilson, Fábio, Simone, Carlinhos, Lu, Máxima, Fili e Flora. A tod@s vocês, agradeço a amizade através do florido cenário e figurino do show de Vanessa da Mata, cantando a alegre música BAÚ. No meu bauzinho afrocentrado, não estão só as lindas flores que têm me enfeitado por aí, estão também a memória boa, muito boa de cada um de vocês...





14 comentários:

Lina disse...

Ah, Fafá
A vida, a morte, as flores, a amizade, o amor, a vida....a morte...
Que bom que no seu baú tem tantas flores!
Que bom que você tem tantos amores!
Que suas flores te alegrem a vida.
Beijos e saudade

sueli disse...

Oi fá, texto muito lindo, florido, doce. tá expressando uma de suas mais bonitas faces.
voce sabe que eu amo flores e que toda semana há flores aqui em casa. as flores, além de embelezar e perfumar, ensinam-me o que é doar, afinal são colhidas e se doam pra nós em perfume, cor, textura, lindeza.acho que dar flores a alguém é doar muitas coisas a este alguém. ver flores num jardim é saber da generosa doação do universo para nós.
talvez, seja por isso que eu goste tanto delas. o grande aprendizado da vida: doar.
voce fica muito bonita com suas flores, todas elas. ainda mais quando as distribui com seus amigos.
bjs

Lulu disse...

Amiga, obrigada por me colocar no seu jardim. Você também já está plantada no meu, flor cada dia mais linda, mais vistosa, mais forte. As raízes já estão bem fincadas. Vamos combinar então de continuar regando essa amizade linda para sempre, ok? Amo você
Beijos e rosas
Luciana

Marcio Macedo (Kibe) disse...

Hi Bibi,

Seu post me fez lembrar de meu comentário sobre minha associação entre a sua nova imagem e a foto clássica de Lady Day com aquela orquídea no cabelo. Sei que você não curte muito essas coisas de SP, mas também lembrei da canção do Ira... "E vejo flores em você... E vejo em flores em você..."

Obrigado pelas flores, desculpe pelo mau humor de ontem e eu não sou tão inteligente assim não...

Beijos,

Márcio/Kibe.

Wilson disse...

Fabi, Fabi...

Acho que vai demorar pra eu receber um "presente" tão bem embalado, bonitona... palavras, recordações, melodias, Parati, ufa!!!

Muito obrigado, hein!

Bjs,
Wilson

:: Soul Sista :: disse...

Querid@s, obrigada pelos recadinhos!

Mamitaaaaa, saudades tb!

Su, amante de flores, que façamos de nossas vidas um belo jardim florido sempre! Te adoro!

Lu, fulô vermelho sangue (rsrsrsrsrsr),obedeça sempre a sua irmã mais velha, viu? (rsrsrsrsrsr)

Kibe, seu Xangô não vai gostar nada nada dessa modéstia toda. Ai ai... (rsrsrsrsrsrsrsr) Você é inteligente e.

Wilson, querido, vc estará pra sempre no meu pequenino jardim florido. Saudades!


Beijos em tod@s!

Ximbitane disse...

Hei, Sista, força ai! A vida é assim mesmo, algumas alegrias, muita tristeza... O que importa mesmo é viver e com flores, melhor ainda.

Bjux

Anônimo disse...

adorei a lembrança, bom é estar no seu bauzinho com as flores lindas que vc me dá! bjoo DEIA

claudia disse...

Fabi,
às vezes dizemos tão pouco do amor que sentimos.. e precisamos lembrar que só as pessoas que nunca escreveram cartas de amor é que são ridículas..
Sinto-me abraçada por cada palavra.. sinto sua companhia sempre, perto ou longe.. me emociono com sua amizade..
Muuuuuuiiiitooo obrigada pelas flores!! As flores de afeto não morrem......
Um abraço bem forte........

Walfredo disse...

Não só este, mas tantos outros textos seus que tenho lido, tem me tocado muito, fazendo-me ver a enorme sensibilidade que brota de você.
Sensibilidade esta que entendo como fundamental para o seu auto conhecimento e também, para intuir aos seus semelhantes.
Você tem me passado um fantástico crescimento, uma coragem para se expor, par expor o seu interior, o qual vem se mostrando de uma beleza ímpar.
Como a vivencio desde o seu nascer, só posso agradecer por fazer parte daqueles que, de alguma forma, tiveram importância para você. Você, saiba, tem muita importância para mim, há muito.
Beijos,
Wal, o pai

:: Soul Sista :: disse...

Pai, que bom te ler aqui de novo! Bom, você não teve importância na minha vida. Você tem e terá sempre, viu?
Obrigada pelas lindas palavras e por aturar uma filha malcriadinha. Faz parrrrrrrteeeeeeeeeee!!!!!! rsrsrsrsrsrs


Beijo grande

natao08 disse...

Oi Fafis,aqui como todos os citado tb venho agradecer a lembrança.Querendo tb saber que flor eu seria?kkkk Como sempre venho dizendo e espero que quando este Best Seler sair.Lembre de me citar no Prefácio sendo uns dos que mais fica incentivando a lançar este livro.rsrs Brincadeira.Fiquei emocionado tb com as palavras de seu pai."Esta família é muito unida e tb muito e tb muito ouriçada..." Acho que é isso esta parte.rsrs Bjão PAZ

:: Soul Sista :: disse...

Bom, Renato! Você? Você seria um cravo, de caule altítissimo e exalando aroma delicado. Você faz parte da minha vida há uns bons anos. E espero que continue por muitos.... Vivemos tanta coisa, né? Com respeito e admiração mútua nos tornamos bons amigos. Isso é um aula de civilidade, né, não?
As palavras do meu pai foram bonitas mesmo, mas vc... sempre puxou o saco dele. Mesmo quando ele te deu uma baita bronca, lembra? rrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

Beijo, beijo e um forte abraço!

Angélica disse...

Querida, depois de muitas "ondas turbulentas", finalmente chego aqui!!! E chego emocionada por suas palavras, pelo seu gesto, por suas lindas memórias. Por seu talento em transformar um momento de dor em amor. Acho q é o presente mais lindo q recebi de uma amiga este ano. E, veja vc, nem é paupável... Mas consigo sentir a textura, o aroma, as cores... Essas flores tem o poder de se materializar em diversas matizes e formas e ainda despertar sentimentos como amor, admiração, carinho e amizade. É tdo o q sinto por vc, amiga. Obrigada por compartilhar o seu baú. Tenha uma linda semana. bjs